quinta-feira, 16 de junho de 2011

Simples amar


Falo o que é amor. Amor pode ser quando eu olho em minha volta e vejo tudo em neve e poesia. Quando as flores brotam em meu quintal. Ou quando falo de um amigo, aquele que defendo com todo afinco. Os mesmos que me fazem sorrir – me dão o norte da vida.

O amor somente é a forma mais agradável de estar com alguém. A forma de dizer meus devaneios com nicotina ou de poetizar aquilo que foi, que é ou que jamais será.

Ainda amo com toda a intensidade, com a veracidade que a hora permite. No inverno ou no verão. Ainda brilham meus olhos.

Um comentário:

*Simone Poesias* disse...

Olá, adorei seu blog e suas poesias. Tens muita sensibilidade. Parabéns!

Este é o meu blog: http://simonepoesias.blogspot.com/

Um grande abraço

*Simone*